PortuguêsEnglish

Notícias Aker e Z Tecnologia firmam parceria

Publicado em 21 de Julho de 2014
Boas e novas perspectivas para a tecnologia nacional. Aker e Z Tecnologia, duas empresas brasileiras, acabam de unir forças e tem em sua agenda o desenvolvimento de soluções focadas na proteção da informação. A parceria foi firmada este mês e a perspectiva é que, a partir de agosto, novos produtos, resultantes do trabalho que as organizações vêm realizando juntas, cheguem ao mercado.  
Fundada em 1991, a Z Tecnologia atua em quatro frentes: proteção das comunicações, transações bancárias, certificação digital e autenticação segura. Reconhecida pelos seus projetos inovadores, foi vencedora do Prêmio Finep de Inovação da Região Centro-oeste, na categoria Pequena Empresa, por três anos consecutivos – 2009, 2010 e 2011.
A Aker, presente no mercado desde 1997, é especializada em segurança de borda e gateways de comunicação como firewall, VPN, WAF, anti-spam, analisadores WEB, monitoramento e armazenamento de logs e geração de relatório.
“Juntas, a Aker e a Z Tecnologia somam mais de 40 anos de experiência em um mercado extremamente especializado, tendo uma sinergia muito forte entre as tecnologias que são desenvolvidas e dominadas pelas empresas. Essa parceria traz mais força para a capacidade brasileira de enfrentar os desafios da Segurança de Informação da próxima década”, diz Rodrigo Fragola, Presidente da Aker.
A parceria tecnológica entre as duas organizações vem em um momento promissor para a tecnologia nacional. De acordo com estudo encomendado à IDC pela Associação Brasileira das Empresas de Software (Abes), o mercado brasileiro de TI rendeu ao País, somente no ano passado, impressionantes US$ 61,6 bilhões. Dessa forma, o Brasil chegou a 3% do mercado global e passou a ocupar o 7° lugar entre os países que mais gastam com tecnologia.
A previsão é que o crescimento permaneça, sobretudo, por conta da repercussão dos escândalos ligados à espionagem digital coordenada pelos EUA. Denúncias apontam que o problema não está restrito a Governos e que empresas também estão vulneráveis. 
O vazamento de informações acontece comumente por meio de backdoors, programas que instalam um ambiente de serviço em computadores, de modo que eles se tornem acessíveis à distância, permitindo o controle remoto da máquina sem o conhecimento do usuário.
De acordo com as denúncias publicadas no The Washington Post, os EUA contaram com a cooperação de várias empresas de TI no esquema de espionagem, que comercializaram equipamentos com backdoors. Diante disso, é fundamental o fortalecimento da tecnologia nacional para proteger Governo e empresariado brasileiro da espionagem industrial.
Esse contexto motivou a união entre Aker e Z Tecnologia e o mercado nacional só têm a ganhar. “A espionagem industrial se apoia muito na dependência tecnológica, já que os governos forçam as empresas de tecnologia a colocar backdoors em seus produtos, para facilitar ou possibilitar a espionagem. A parceria entre Aker e Z Tecnologia colocará à disposição dos nossos clientes uma tecnologia brasileira e adequada à proteção do nosso governo e das nossas empresas”, explica Raimundo Saraiva, Diretor de Negócios da Z Tecnologia. 
 
x