PortuguêsEnglish

Notícias Aker Firewall UTM recebe certificado da Certics

Publicado em 6 de Agosto de 2014

Desde 1997 apostando no desenvolvimento da tecnologia brasileira, a Aker acaba de dar mais um grande e importante passo para a valorização do software nacional. Uma das principais soluções da empresa, o Aker Firewall UTM, que já está na versão 6.7, acaba de receber a certificação da Certics.

Iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), a Certics foi criada para comprovar se um software é autenticamente brasileiro. Ao identificar essas soluções, que geram competências, autonomia tecnológica, capacidade inovativa e negócios baseados em conhecimento no País, a certificação potencializa o crescimento do mercado brasileiro de TI.

Segundo Lucas Pereira, Diretor de Tecnologia da Aker e um dos responsáveis pelo acompanhamento do processo de certificação dentro da empresa, “a Certics não representa apenas a confirmação de que a tecnologia desenvolvida na Aker é nacional, mas prova que temos hoje soluções de Segurança Digital fundamentais para garantir a soberania do País”.

Vantagens para empresas e compradores

Em consonância com o Decreto N º 8.186, a Certics, que tem validade de 24 meses, garante às empresas cerificadas “preferência em licitações realizadas no âmbito da administração pública federal para aquisição de licenciamento de programas de computador e serviços correlatos”.

Para Rodrigo Fragola, Presidente da Aker, “a Certics finalmente cria um diferencial para desenvolvedores de software nacionais. A preferência na compra de produtos brasileiros nos editais favorece uma gama enorme de empresas, que passam a ter melhor atuação em um mercado que representa 50% do poder de compra na área de informática”.

Os benefícios da Certics estendem-se também a compradores. Isso porque possibilita uma maior segurança na aquisição de softwares, uma vez que a certificação valida a expertise das organizações desenvolvedoras e identifica as competências empresariais presentes no Brasil para o atendimento das demandas de mercado.

Além disso, segundo Fragola, “nos países mais desenvolvidos, como a Alemanha, a cultura é de compra de produtos de empresas locais, gerando, ao longo do tempo, um giro financeiro localizado no País. Assim, diminuiu-se o envio de royaltes ou compra de tecnologias estrangeiras e, por consequência, há o aumento do poder aquisitivo das empresas nacionais para investir em inovação e pesquisa para novos produtos e serviços. Esses benefícios, sejam financeiros ou tecnológicos, acabam retornando para os compradores.”

Metodologia de avaliação

A metodologia de avaliação da Certics é focada em analisar um conjunto de evidências relacionadas a quatro áreas: Desenvolvimento Tecnológico, Gestão de Tecnologia, Gestão de Negócios e Melhoria Contínua. De acordo com Fragola, o processo “garante principalmente que a empresa em questão tem domínio real da tecnologia que está desenvolvendo e não é apenas uma mera licenciadora de produtos estrangeiros. Do ponto de vista da segurança, aponta que o produtos está livre de backdoors inseridos por outros países”.

x